Sancionaram nova lei de direitos para os autores audiovisuais no Uruguai

Com a aprovação da Lei n.º 19.858 em dezembro passado pelo parlamento uruguaio, a AGADU – Associação Geral de Autores do Uruguai – começa a cobrar direitos audiovisuais de seus autores como a única sociedade de gestão que existe em seu território.

A lei sancionada estabelece o direito de remuneração para roteiristas, diretores de cinema e autores ou compositores de obras musicais, pela comunicação pública de obras audiovisuais, incluindo a exibição pública de filmes cinematográficos, bem como a locação e venda dos suportes materiais.


Já com a autorização para a arrecadação e distribuição dos direitos audiovisuais, a AGADU, membro fundador da FESAAL – Federação de Sociedades de Autores Audiovisuais Latino-Americanos, começou a assinar acordos de reciprocidade com suas sociedades irmãs latino-americanas e seus colegas europeus. Isso significa não só que a AGADU arrecadará direitos audiovisuais em seu território, mas em todo o mundo.


Sendo a sociedade anfitriã do próximo congresso anual da FESAAL, que reunirá os colegas do audiovisual de toda América Latina na cidade de Punta del Este, a AGADU congrega hoje os detentores dos direitos do audiovisual local, oferecendo-lhes sua experiência, infraestrutura e a melhor representação, sendo uma das sociedades pioneiras na América Latina na defesa do direito de seus autores do audiovisual.


Parabenizamos a AGADU e seu Presidente Alexis Buenseñor, por sua luta e perseverança por um direito ao qual não se pode renunciar.


#AGADU #AuthorsRights #FESAAL #URUGUAY