Os criadores de Cuba caminho de se tornarem parte do mundo dos direitos autorais

A República de Cuba está cada vez mais próxima do mundo dos direitos autorais audiovisuais. Seus autores, reunidos, celebram a possibilidade cada vez mais perto de poder formar uma sociedade de gestão que proteja seus direitos.

Extraordinary and Plenipotentiary Ambassador, Mr. Orestes Pérez Pérez and Silvana Jarmoluk

Hà anos que as alianças ADAL – Aliança dos Diretores de Audiovisual da América Latina e ALGyD – Aliança Latino-Americana de Escritores e Dramaturgos, trabalham em cooperação e ajudam a criar novas Sociedades de Gestão de Direitos Autorais de Diretores Audiovisuais em países da região da América Latina, concedendo recursos técnicos e legais, além de econômicos.

Secretary Culture Ms. Yadira Álvarez Varada and Silvana Jarmoluk

Em um novo trabalho conjunto ADAL e ALGyD, quem enviaram sua coordenadora regional Silvana Jarmoluk – produtora e cineasta e professora, mestre em Belas Artes, Bacharel em Direção e Realização Cinematográfica Argumental e Filmes para TV, formada pela Universidade de Cinema da Federação Russa e uma licenciatura em Filosofia – para uma reunião de autores na República de Cuba, depois de se encontrar com a Embaixada de Cuba na cidade de Buenos Aires e o ICAIC – Instituto Cubano de Arte Cinematográfica e Indústria – e ACDAM – Agência Cubana do Direitos autorais musicais.


Cuba está atualmente desenvolvendo o processo da Lei do Cinema- que é baseado na Lei do Cinema Argentino – com o qual seus autores estão muito entusiasmados em formar uma sociedade de gestão que proteja os seus direitos não apenas no território cubano, mas no mundo enteiro. Eles se encontram com o apoio total da sociedade de gestão musical ACDAM e do instituto do cinema, quem disponibilizaram a eles e às alianças latino-americanas, todos os recursos necessários para que a criação seja um sucesso.


É necessário destacar que as criações de sociedades de gestão na América Latina e no mundo, são autênticas amostras de uma gestão coletiva de autores que lutam por os seus direitos, sua remuneração pelo trabalho de toda a sua vida, afetando autores mundiais, já que a criação de uma sociedade de gestão que colete direitos nacionais e internacionais implica que novos acordos recíprocos sejam gerados entre as sociedades agrupadas em WD&W – www.writersanddirectorsworldwide.org, acordos recíprocos que convergem no pagamento recíproco de direitos que são pagos aos seus AUTORES.


Então simplesmente, o autor vive do seu trabalho.


#ADAL #alianza #cuba #wampw