FESAAL – Congresso Anual 2020 Autores Audiovisuais Latino-Americanos

As sociedades audiovisuais latino-americanas serão as fundadoras da primeira Confederação Internacional de Autores Audiovisuais. Veja os testemunhos dos roteiristas e diretores no vídeo anexo aqui.

Video Congresso Anual FESAAL 2020 (legendas em portugues)


Os autores do audiovisual representantes das Sociedades de Gestão Coletiva de Diretores, Roteiristas e Dramaturgos da América Latina, membros da FESAAL, reuniram-se em um novo congresso anual para continuar com a defesa dos direitos autorais em seu território.


Diante desta pandemia, os membros da FESAAL reuniram-se online no dia 24 de setembro e debateram sobre a situação de cada sociedade em seus países, compararam o impacto que suas sociedades tiveram nesta situação pandêmica que o mundo está vivendo e como isso afetou diretamente o audiovisual e seus autores. A ótima troca de informações sobre como cada uma das sociedades de gestão passa por este momento, não só dá um panorama da situação, mas também incentiva as sociedades emergentes a seguirem os passos das sociedades mais solidas da região.


Como pode serclaramente verificado pelos depoimentos dos roteiristase diretores no vídeo em anexo,a comunidade de autores audiovisuais latino-americanos está muito entusiasmada e tem grandes expectativas quanto à criação da primeira Confederação Internacional de Autores Audiovisuais.

Os Autores Audivisuais da FESAAL reunidos em um novo congresso anual.


Os avanços que a FESAAL teve desde sua criação se concretizam com os passos que as sociedades que compõem esta Federação dão no dia a dia. Os maiores desafios são aqueles que superam uma espécie de luta extrema em que os autores, que não só representam suas sociedades, mas também os parceiros que representam em sua região e no mundo, devem enfrentar aqueles que não reconhecem este direito inalienável, mesmo tendo uma lei que defende esse direito e um supremo tribunal que decide a favor.


Um dos avanços mais notáveis é que a DASC – Diretores Audiovisuais Sociedade Colombiana, e a REDES – Rede Colombiana de Escritores Audiovisuais, começaram com a arrecadação e distribuição dos pagamentos de direitos autorais aos criadores audiovisuais colombianos e às sociedades de gestão com as que têm acordos recíprocos. Uma das ferramentas fundamentais neste processo foi a utilização do sistema FESAALSYS de arrecadação e distribuição. Isso significa um enorme avanço no território, já que a Colômbia não só reconhece os direitos autorais através de sua Lei Pepe Sánchez – lei que protege os direitos dos roteiristas e diretores audiovisuais – mas também os faz cumprir.


O próximo Congresso Anual – que se espera ser presencial, será realizado no mês de setembro de 2021 na cidade de Punta del Este, Uruguai, sendo a AGADU – Associação Geral de Autores do Uruguai, a sociedade anfitriã. Isso levará a uma celebração histórica, pois o Uruguai aprovou em dezembro passado sua lei de reconhecimento dos direitos autorais para roteiristas e diretores do audiovisual. Mais um reconhecimento na luta dos autores uruguaios de fazerem valer seus direitos.


Para além dos entraves e de uma epidemia sem precedentes, a FESAAL continua a trabalhar na defesa dos direitos autorais, em tempos em que a gestão coletiva assume um papel excepcional na proteção dos seus autores e do audiovisual nacional.